Estúdio Showlivre recebe Batalha Grajaú Rap City nesta quarta


O coletivo GRAJAÚ – RAP CITY – SP, formado por Ladakipnis Hoodlum, Jpa Epycentro, Gah Mc e Rafael Santiago, surgiu com a intenção de divulgar e difundir o rap e a cultura Hip Hop, e sempre apoiou todas as manifestações artísticas realizadas na região do Grajaú. A batalha promovida pela coletivo sempre acontece às 19h, no Centro Cultural Grajaú, próximo à estação de trem Grajaú.

Veja o clipe de “Até Quando” do Jpa Epycentro, um dos membros do coletivo:

Para assistir ao programa online, é só acessar http://showlivre.com/aovivo. Depois, os vídeos são editados e você pode assistir no http://www.showlivre.com. Para enviar perguntas ou recados, é só ir no http://facebook.com/showlivre e nós passamos.

Serviço:
Batalha Grajaú Rap City no Estúdio Showlivre
Data: quarta-feira, 28/06/2017
Hora: 17h
Onde ver: http://showlivre.com/aovivo
Perguntas e recados: http://facebook.com/showlivre

Estúdio Showlivre recebe Partido B.O. nesta quarta


Partido B.O. é um projeto que une gafieira, chorinho, partido alto e rap, formado pelo rapper paulista Max B.O., pelo percussionista Jorge E. e pelo violeiro Chilinzinho. Confira os primeiros sons do trio no Spotify:

Para assistir ao programa online, é só acessar http://showlivre.com/aovivo. Depois, os vídeos são editados e você pode assistir no http://www.showlivre.com. Para enviar perguntas ou recados, é só ir no http://facebook.com/showlivre e nós passamos.

Serviço:
Partido B.O. no Estúdio Showlivre
Data: quarta-feira, 28 de junho
Hora: 14h
Onde ver: http://showlivre.com/aovivo
Perguntas e recados: http://facebook.com/showlivre

Amigos do clarinetista Alexandre Ribeiro organizam show beneficente

Instrumento majestoso que é o clarinete, há quem diga que é o “violino das madeiras”. Isso por que o instrumento permite grande agilidade e possibilidades harmônicas, entre outras coisas. É bastante raro encontrar hoje gente que domina magistralmente esse instrumento. Por isso é importante saber que um dos maiores nomes do clarinete hoje no Brasil, o músico Alexandre Ribeiro, está com problemas sérios de saúde e precisa de sua ajuda. Os amigos de Alexandre organizaram um show beneficente para ajudar o músico. Nos dias 7, 8 e 9 de julho, vai acontecer na Galeria Olido, em São Paulo, um show do grupo Luceros de dança flamenca, com coreografias de músicas do acordeonista Toninho Ferragutti.

O show é por uma boa causa. Os créditos de Alexandre são estarrecedores. Para você ter noção do músico que ele é, o clarinetista já subiu aos palcos com Antônio Nóbrega, Guinga, Dominguinhos, Nelson Ayres, Paulo Moura, Tom Zé, Ed Motta, Jair Rodrigues, Aldir Blanc, Jane Duboc, Dona Ivone Lara, Leci Brandão, entre muitos outros.
Ajudar Alexandre é ajudar a música de qualidade no Brasil.

Serviço

Dia 7 de julho – 20hrs
Dia 8 e 9 de julho – 15hrs
Galeria Olido
Av. São João, 473 – Sala Olido
Ingresso – R$ 20,00
Ingresso + CD – R$ 40,00

 

Conheça cinco arranjadores da música popular

A profissão do arranjador está cada vez mais esquecida. Não sabe o que é um arranjador? Ele é aquele músico que escreve as partes de cada instrumento para uma música. Não confunda isso com um compositor, ele não é o compositor. O compositor escreve a música em si, a melodia e as letras. A maioria dos compositores escrevem em um instrumento, como o piano, violão etc. O arranjador é aquele que decide como essa composição será tocada, com que instrumentos e onde eles entram e saem da música. O showlivre.com reuniu para você alguns dos arranjadores mais conhecidos da música pop.

  1. George Martin

Talvez o arranjador mais conhecidos de todos. Muitas pessoas já foram chamadas de “o quinto Beatle” por aí e George Martin, em minha opinião, é o que chega mais perto. Antes de gravar os meninos de Liverpool, ele já era um grande produtor e arranjador. Ele tinha 29 anos e uma formação acadêmica na música. Quando Brian Epstein primeiro tocou para ele uma gravação do grupo, George já era um produtor bem sucedido da gravadora EMI, tendo trabalhado com artistas do porte de Shirley Bassey e Matt Munro. Mesmo achando-oss meio desafinados, ele topou produzir o grupo. Sua parceria com os Beatles começou desde o primeiro hit, “Love Me Do”. No caso, ele tinha a função de produtor. Muitos atribuem a ele, além das drogas, as guinadas psicodélicas dada aos poucos pelos Beatles que culminaram no disco Sergeant Peppers Lonely Hearts Club Band. Só mesmo com um músico formado poderiam os “meninos” dos Beatles, que não tinham essa capacidade sozinhos, ter criado os arranjos de músicas como “Eleanor Rigby”, “I Am the Walrus” e “For The Benefit Of Mr. Kite”. George teve uma carreira de 50 décadas e bateu o recorde de ser o primeiro produtor a ter 30 singles no primeiro lugar das paradas. Ouça abaixo duas músicas que arranjou depois de seu tempo com o “fab four”.

  1. Rogério Duprat

Muitos chamam Duprat de “o George Martin Brasileiro”. Embora seja um óbvio elogio ao nosso Duprat, o maestro tem seu próprio estilo. Muito diferente do Martin, diga-se de passagem. Foi o maestro que fez grande parte dos arranjos do pessoal da Tropicália. O seu trabalho com Os Mutantes são a principal razão da comparação com George Martin, pois pode-se dizer que o maestro era “o quarto Mutante”. No primeiro disco do grupo, por exemplo, os arranjos são essenciais para todas as músicas. Duprat trabalhou com diversos artistas na sua carreira e uma de suas colaborações mais conhecidas foi com Chico Buarque na música “Construção”. Foi Duprat quem criou a orquestração que emite na música a urgência que a letra pede. Ouça a seguir alguns exemplos do trabalho do maestro.


  1. Julio Medaglia

Julio Medaglia é um maestro que já regeu orquestras sinfônicas mundo afora. Foi amigo pessoal de figuras lendárias como Frank Zappa e Martin Heidegger. Um intelectual sem par, hoje em dia é conhecido por apresentar os programas Prelúdio e Concertos Matinais na TV Cultura. A carreira do maestro foi marcada também pelas suas incursões no âmbito da música popular. Por exemplo, embora Rogério Duprat seja a figura mais associada aos arranjos da Tropicália, foi Julio quem fez o arranjo da música que dá o nome do movimento, “Tropicália”, de Caetano Veloso. Sua participação nessa música era bastante significativa para os tropicalistas. Visto que o movimento procurava incorporar aspectos estéticos de todo tipo de música, Julio deu ao movimento um teor erudito. Confira abaixo alguns exemplos do trabalho do maestro na música popular, incluindo uma entrevista que fizemos com ele quando colaborou com a cantora Daniela Mercury.


  1. Jimmy Webb

Elogiado por Tom Jobim, Jimmy Webb é um americano de carreira ímpar no mundo da música pop. Ele é o compositor de mega hits como “By The Time I Get To Phoenix”, “Galveston”, “Up, Up And Away” e “MacArthur Park”. Essa última música é um caso excepcional na história de hits pop. A música tem mais de seis minutos de duração e foi cantada por um intérprete que não era cantor, o ator Richard Harris, mais conhecido hoje por interpretar o bruxo Dumbledore nos filmes do Harry Potter. Mais que isso, a música conta com um arranjo orquestral inusitado, completamente diferente de tudo que fazia sucesso em 1969, ano no qual o rock pesado de Jimi Hendrix, Led Zeppelin e Cream começavam a ganhar o público e a crítica. Webb fez os arranjos, que têm uma qualidade épica, de trilha de filme do James Bond, com uma orquestra que dá toda uma roupagem de música clássica, sem perder a sensibilidade pop. Confira alguns dos arranjos de Webb abaixo.


  1. Gordon Jenkins

Gordon Jenkins foi um americano que viveu no tempo em que o trabalho como arranjador era muito mais apreciado que hoje. Nos anos 40 e 50, quando o arranjador era quase requerimento no discos de artistas como Frank Sinatra e Nat King Cole, era Jenkins o maior nome do seu ofício. Chamavam-no de “o arranjador oficial de Frank Sinatra”, mas seus créditos não param por aí. Ele trabalhou com tanta gente, de Louis Armstrong a Johnny Cash, de Billie Holiday a Harry Nilsson. Seu trabalho exuberante, principalmente seus arranjos de cordas, marcam toda a música dessa época. Jenkins é o maior exemplo de algo que é comum entre todos os arranjadores que citamos aqui: isso é, ser uma lenda entre lendas. Embora o nome de arranjadores acabe caindo no esquecimento do grande público, os artistas sabem bem quem são esses profissionais que exercem um papel tão bonito no mundo da música. Ouça aqui alguns exemplos de arranjos de Jenkins.


Para não dizerem que só falamos dos velhos, confira abaixo a passagem da banda Memórias de Um Caramujo pelo Estúdio Showlivre. Os arranjos do segundo CD dos Caramujos, Cheio de Gente, foram feitos por Gabriel Milliet, um arranjador brasileiro bastante promissor.

Dupla sertaneja Pedro e Benício lançam nova música

A dupla sertaneja Pedro e Benício acabam de lançar a música, “Ultima Volta”, com participação de Zé Neto e Cristiano. A música conta com um vídeo do DVD da dupla no famoso Villa Mix.

Benício, para quem não sabe, é autor de algumas das mais bem sucedidas músicas do repertório sertanejo. Entre elas estão “1%”, “Medo Bobo” e “Meu Coração Não Tem Memória”. Veja abaixo o vídeo da nova música da dupla, além da versão de “Medo Bobo” que o Deixestar fez na sua passagem pelo Estúdio Showlivre.

Aretuza Lovi se apresenta no Estúdio Showlivre


Aretuza Lovi é uma das cantoras drags mais faladas do momento. A artista já participou de programas de TV e já lançou dois álbuns. O próximo tem lançamento previsto para meados de 2017.

Em 2016, Aretuza lançou seu grande sucesso “Catuaba”, música em parceria com Gloria Groove. Ouça esse e outros sucessos da cantora no Spotify:

Veja o clipe de “Vagabundo”:

Para assistir ao programa online, é só acessar http://showlivre.com/aovivo. Depois, os vídeos são editados e você pode assistir no http://www.showlivre.com. Para enviar perguntas ou recados, é só ir no http://facebook.com/showlivre e nós passamos.

Serviço:
Aretuza Lovi no Estúdio Showlivre
Data: quinta-feira, 27/06/2017
Hora: 17h
Onde ver: http://showlivre.com/aovivo
Perguntas e recados: http://facebook.com/showlivre

Estúdio Showlivre recebe Serginho Madureira no programa de hoje


Serginho Madureira é um sambista paulistano da zona leste, que já integrou os grupos Fora de Série, Clínica Geral e Fundo de Quintal. Ao sair deste último, em 2008, iniciou seu projeto solo. O primeiro CD de Serginho foi lançado em 2011 e seu primeiro DVD deverá sair ainda em 2017.

Ouça a música “Mulher Bicuda”:

Para assistir ao programa online, é só acessar http://showlivre.com/aovivo. Depois, os vídeos são editados e você pode assistir no http://www.showlivre.com. Para enviar perguntas ou recados, é só ir no http://facebook.com/showlivre e nós passamos.

Serviço:
Serginho Madureira no Estúdio Showlivre
Data: terça-feira, 27/06/2017
Hora: 14h
Onde ver: http://showlivre.com/aovivo
Perguntas e recados: http://facebook.com/showlivre

Selvagens à Procura de Lei lançam clipe “Pink Floydiano”


Os meninos não param. Esse ano tem sido turbulento (no bom sentido) para os Selvagens à Procura de Lei. Eles acabaram de tocar no festival João Rock, festival que contou com apresentações do porte de Alceu Valença, Zé Ramalho, Lenine, O Rappa, Emicida e outros mais. Agora, os caras estão lançando clipe novo e a referência é boa; Pink Floyd. Ou melhor, o artista do Pink Floyd. Explico; o diretor do clipe, Cléver Cardoso, diz que a maior inspiração estética do filme foi a do trabalho de Storm Torgerson, artista plástico que fez as capas dos discos do Pink Floyd.

Já a música é outra história. Dizem os Selvagens que a ideia por trás do arranjo da música era fazer algo como Dire Straits, só que, afinal, acabou ficando mais parecido com Daft Punk. Veja o clipe a baixo e decida por si mesmo se tem a ver. Confira também as duas passagens do Selvagens por nossos estúdios.

Em festival, Pitty sobe aos palcos com uma orquestra


Acontecerá em julho, no Rio De Janeiro (2/07) no Circo Voador e em São Paulo (9/07) no Auditório Ibirapuera, o Samsung E-Festival Instrumental.  O festival contará com as apresentações do Fernando Molinari trio e da cantora Pitty. Como se isso não fosse o bastante para lhe convencer, o festival tem a entrada gratuita.

O Fernando Molinario Trio foi vencedor, por voto popular, de um concurso organizado pelo festival. E não é à toa, o som do baixista tem uma pegada jazz fusion onde se mistura rock’n roll com música brasileira e jazz. Um show para quem tem ouvido apurado e gosta de virtuosismo musical.

O festival contará também com uma apresentação especial da cantora Pitty, que subirá aos palcos não apenas com sua excelente banda, mas com uma orquestra também. O casamento entre o rock pesado da cantora com as cordas de uma orquestra prometem um show de proporções épicas. Quem acompanha é a Orquestra Juvenil Heliópolis, regida pelo maestro Edilson Ventureli.

Antes do show, confira as apresentações de Pitty no Estúdio Showlivre. Você sabia que a cantora foi a primeira a se apresentar nos nossos estúdios?

Serviço
 
Shows “Samsung E-Festival Instrumental – Fernando Molinari Trio, Orquestra Juvenil Heliópolis e Pitty”
Local: Circo Voador | Rio de Janeiro
Data: 2 de julho (domingo)
Horário: 18 horas
Rua dos Arcos, s/n | Lapa
Entrada gratuita (sujeita a lotação do espaço)
Capacidade: 2 mil pessoas
Censura livre
Tel.: (21) 2533-0354
São Paulo
Shows “Samsung E-Festival Instrumental – Fernando Molinari Trio, Orquestra Juvenil Heliópolis e Pitty”
Data: 9 de julho (domingo), 19 horas
Local: Auditório Ibirapuera, plateia externa
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n, telefone (11) 3629-1075
Entrada gratuita

DJ Alpiste se apresenta no Estúdio Showlivre Gospel

a Renascer em Cristo, no bairro do Cambuci, e teve sua vida mudada.

Em 1996, lançou seu primeiro álbum solo, Transformação, seguido pelos discos Efésios 6.12 (1998), O Peso da Palavra (2001), Fanático (2003), Acústico (2004), Coisas que Você Precisa Ouvir (2006), Pra Sempre (2007), Arrebatador (2008) e Invencível (2010). Ouça este último no Spotify:

Para assistir ao programa online, é só acessar http://showlivre.com/aovivo. Depois, os vídeos são editados e você pode assistir no http://www.showlivre.com. Para enviar perguntas ou recados, é só ir no http://facebook.com/showlivregospel e nós passamos.

Serviço:
DJ Alpiste no Estúdio Showlivre
Data: segunda-feira, 26/06/2017
Hora: 17h
Onde ver: http://showlivre.com/aovivo
Perguntas e recados: https://www.facebook.com/showlivregospel/