A música do verão de Tulipa Ruiz

Surgida em meio a turnê “Tudo Tanto”, a canção “Megalomania” será disponibilizada hoje para download grátis no site oficial da artista

Tulipa Ruiz e sua banda estavam numa passagem de som durante a turnê de Tudo Tanto, no ano passado, quando o baixista Marcio Arantes, diante de um grande amplificador no palco, perguntou: “Vocês acham que é muita megalomania usar esse amplificador?”. De imediato, todos riram da palavra e começaram ali mesmo no palco a criar a música, que seria uma homenagem àqueles que tem o rei na barriga. “É uma música-carapuça”, diz Tulipa. “Ou serve ou não serve”.

De autoria de todos os músicos da banda (Tulipa Ruiz, Gustavo Ruiz, Luiz Chagas, Márcio Arantes e Caio Lopes), Megalomania se tornou o que a cantora e compositora paulista chama de “single de verão para tocar em festinha”.

Registrado no estúdio El Rocha também na semana passada, o single foi masterizado no badalado Sterling Sound, em Nova York – mesmo estúdio por onde já passaram trabalhos de Alicia Keys, Britney Spears e Jay-Z.

“Megalomania” terá lançamento oficial nesta terça-feira (25/02), quando será disponibilizada para download grátis no site oficial da artista.

Ficha técnica – Megalomania

Autores – Tulipa Ruiz, Gustavo Ruiz, Luiz Chagas, Márcio Arantes, Caio Lopes
Voz – Tulipa Ruiz
Coro – Gustavo Ruiz, Caio Lopes, Márcio Arantes, Luiz Chagas
Guitarra e programação – Gustavo Ruiz
Guitarra – Luiz Chagas
Baixo e programação – Márcio Arantes
Bateria – Caio Lopes

Mixado por Vitor Paranhos e Gustavo Ruiz no VOP Estúdio
Masterizado por Tom Coyne em Sterling Sound Studios – NY
Gravado no Estúdio El Rocha por Fernando Sanches
Produção – Gustavo Ruiz
Produção Executiva – Pommelo Produções
Assessoria de Imprensa- Pedro Henrique França
Foto- Rodrigo Schimidt

Confira a apresentação de Tulipa Ruiz no Estúdio Showlivre

Filipe Catto se apresenta em São Paulo

No palco do Sesc Pinheiros, cantor mostrou o repertório de seu primeiro DVD

Filipe Catto é um artista em ascensão. No último sábado 22, a redação do Showlivre bateu um papo exclusivo com o cantor e foi conferir sua primeira apresentação no Teatro Paulo Autran, no Sesc Pinheiros, em São Paulo. É interessante observar sua transição dos palcos menores para auditórios onde se apresentam medalhões da música brasileira – como João Donato (com shows marcados para 27 e 28 de fevereiro no mesmo local) e Gal Costa (6 a 9 de março).

O próprio Filipe mostra-se agradecido pela conquista. Durante o show, comentou sobre a honra de estar ali e sobre os vários shows que já assistiu no lugar. Indagado sobre a diferença entre palcos pequenos e grandes, ele diz: “Não é muito diferente. Quando é teatro, a gente pode fazer um show um pouco maior, dá para experimentar outras coisas. Como as pessoas estão sentadas, acho que existe uma atenção diferente, algumas músicas ganham mais profundidade. O maior desafio é fazer as pessoas entrarem no palco junto com você”.

E o caminho conduzido por Filipe é repleto de canções grandiosas, épicas e, por vezes, até algo trágicas. Sobre o quão pessoal é esse teor, ele afirma, sem rodeios: “Tudo é muito pessoal. Acho que literal não é, mas pessoal sempre é. Porque são forças, pontos da vida que a gente está trabalhando ali. Eu sou uma pessoa assim. Então não teria como ser diferente em cima do palco”. Entretanto, “Johnny, Jack & Jameson”, canção de sua autoria que menciona três conhecidas marcas de uísque, talvez não seja tão pessoal assim. Questionado sobre qual é, enfim, a sua preferida, ele responde com bom humor: “cachaça”.

A atual turnê divulga o último lançamento do cantor, o DVD Entre Cabelos, Olhos & Furacões (2013). Em relação às motivações que levaram a um registro ao vivo relativamente precoce, ele explica: “Eu faço o disco para estar no palco, não o contrário. E, também, o show ficou tão bacana, o cenário e a direção tão legais. Estava tudo tão amarrado que seria uma pena não gravar esse trabalho em DVD”.

E os próximos passos? “Agora a meta é fazer show. Ficar pelo menos este ano assim e, depois, fazer um disco de estúdio. É com certeza o próximo passo, mas não sei quando”. Por enquanto, vamos acompanhando os degraus que Filipe Catto sobe, com total merecimento, nos palcos da nova boa música brasileira.

Fotos: Laís Aranha (www.laisaranha.com).

Muso e Musa Showlivre 2013

Fãs criam uma disputa acirrada pela posição de Muso e Musa do Showlivre em 2013

Foram mais de 190 mil votos válidos em um pouco mais de 40 dias, a enquete para sabermos a opinião dos fãs sobre quem foi a Musa e o Muso que passou pelo Showlivre em 2013, foi um sucesso!

Na categoria Musos, uma disputa árdua entre Ivo Mozart, Japinha (CPM 22 e Hateen) e Paulo Castagnoli da Fly.
Na reta final, Paulo, o muso Showlivre de 2013, conseguiu uma margem que parecia sossegada, mas quase que os fãs do Japinha levam ele pro topo!

Entre as Musas, polarização desde o início da enquete!
Deia Cassali e Uyara Torrente (A Banda Mais Bonita da Cidade), disputaram voto a voto todo o período da enquete.
No final, Uyara manteve-se na liderança e é a nova musa Showlivre!

Uyara se apresentou com A Banda Mais Bonita da Cidade no dia 13 de fevereiro, onde já foi anunciada como a nossa Musa 2013. Falta convidarmos o Paulo e os meninos para apresentarmos o resultado. Logo anunciaremos a novidade!

A Banda Mais Bonita da Cidade no Estúdio Showlivre (2014)

Fly no Estúdio Showlivre (2013)

Tatá Aeroplano lança o clipe de “Te desejo mas te refuto”

Dirigido por Andrei Moyssiadis e Caio Silva Ferraz, vídeo foi rodado em 16mm

Tatá Aeroplano lançou o clipe de “Te desejo mas te refuto”, faixa integrante de seu primeiro álbum solo, lançado em 2012, e que leva o nome do artista. Rodado no formato 16mm, o vídeo foi dirigido por Andrei Moyssiadis e Caio Silva Ferraz.

Segundo Tatá: “É o primeiro videoclipe do disco. Sempre fico muito emocionado quando canto essa música e, durante a gravação do clipe, aconteceu a mesma coisa. Foi um grande prazer trabalhar com toda a equipe”.

Confira a seguir o novo clipe e a última passagem do artista pelo Estúdio Showlivre.

Bianca grava versão intimista de “We can’t stop”

Versão da canção de Miley Cyrus fará parte do EP Live Session

A cantora Bianca lançou um vídeo em que interpreta uma versão intimista de “We can’t stop”, sucesso da norte-americana Miley Cyrus. A canção integrará o repertório do EP Live Sessions, com lançamento aguardado para o primeiro semestre de 2014. A música original, de Cyrus, faz parte da trilha sonora de Malhação, ao lado de “Chained”, da Bianca.

Confira o novo vídeo a seguir.

ÓdioSocial lança o clipe de “Traços de um povo”

Dirigido pelo cartunista Leandro Franco, vídeo foi inspirado no filme Laranja Mecânica

A banda ÓdioSocial lançou o clipe de “Traços de um povo”, dirigido por Leandro Franco, cartunista também responsável pelos desenhos, dublagem, animação e edição do vídeo. Ele explica: “Desenvolvemos um roteiro baseado em dois personagens principais: o garoto alienado e a caveira punk (mascote da banda). Enquanto o garoto fica em casa assistindo televisão, a caveira punk segue pelas ruas em direção ao show da banda. Inspirado no filme Laranja Mecânica, o garoto é obrigado a assistir doses fortes de realidade pela televisão”. Assista a seguir.

Supercombo lança o disco Amianto

Terceiro álbum da carreira do grupo foi lançado no fim de janeiro

O Supercombo lançou em janeiro Amianto, terceiro disco da carreira da banda. O single “Piloto automático”, lançado junto a um clipe, já dava uma prévia do que seria o novo álbum, formado por doze faixas que buscam aliar indie rock, melodias suaves e letras poéticas. Informações sobre como adquirir o trabalho estão no supercomborock.com.br.

* Supercombo lança clipe de “Piloto automático”

Criado em 2007, o Supercombo é uma combinação de músicos de vários lugares diferentes, com histórias, gostos e influências musicais diversos. Confira a seguir a passagem do grupo pelo Estúdio Showlivre.

Azul Casu lança o clipe de “Minha cara”

Faixa dá nome ao disco de estreia do cantor e compositor

O cantor e compositor Azul Casu lançou o clipe de “Minha cara”, dirigido por Lucas Müller. A faixa dá nome ao disco de estreia do artista, lançado em 2013, com nove faixas autorais e ritmos e gêneros musicais diversos. Versátil também em sua carreira, Azul é trapezista na trupe circense Meu Vizinho Trapezista. Confira a seguir.

Cabezas Cortadas lança o clipe de “Não sei”

Dirigido por Daniel de Macedo, Marcio Mendes e Le Maga, vídeo tem cenas do Atari

Cabezas Cortadas lançou clipe de “Não sei”, dirigido por Daniel de Macedo, Marcio Mendes e Le Maga. Segundo os integrantes: “A ideia era contar de forma criativa o momento em que vivemos, usando personagens do Atari. Optamos pela tecnologia 8 bits, muito usada nos games antigos e também, hoje em dia, em jogos como o infanto-juvenil Minecraft”. Confira a seguir.